Janelas da Memória: um projeto Tudo de Cor e Open Street Gallery

Janelas da Memória: um projeto Tudo de Cor e Open Street Gallery

Cor e arte resgatam a história e a cultura de Balneário Camboriú.

Conheça o projeto

A Coral, por meio do movimento Tudo de Cor, marcou presença em mais uma cidade brasileira para transformar a vida das pessoas e ressignificar os espaços urbanos. Chegou a vez de Balneário Camboriú (em Santa Catarina) receber as nossas cores atráves do importante movimento de arte: o Open Street Gallery. 

O projeto, batizado de “Janelas da Memória”, resgata a história, a cultura e os costumes locais da região. Para isso, contribuímos com mais de mil litros de tinta para que 44 artistas voluntários cobrissem mais de 6 mil m². Criando assim, um roteiro de arte urbana inspirado na história da cidade. 

Os painéis abordavam diversos assuntos relevantes e todos com o mesmo tema: a cultura local. A ideia era estimular a sensação de pertencimento dos moradores, valorizar a história e as tradições locais e transformar os espaços urbanos da cidade adicionando cores. As internvenções aconteceram no bairro da Barra, considerado o berço das cidades de Balneário Camboriú e Camboriú.

 

“Temos a oportunidade de, por meio da arte, resgatar e valorizar os moradores”

 
Luís Felipe Berejuk - Artista local
Dados

Confira como ficou esta galeria de arte a céu aberto!

Janelas da Memória: um projeto Tudo de Cor e Open Street Gallery

Passarela da Barra, abertura Janelas da Memória

Destaque do projeto Janelas da Memória, a arte da passarela da Barra é assinada por um conjunto de artistas e representa a natureza, a vida e os costumes do bairro e da cidade de Balneário Camboriú. A intervenção virou um marco e mudou por completo o cenário e a paisagem local.

Artistas: Fernando Cardoso dos Santos (@artbynando), Tom Veiga (@tomveiga), Alexandre Chamba (@alexandre_chamba) e Cléber dos Santos (@ponto.aly).

Janelas da Memória: um projeto Tudo de Cor e Open Street Gallery

A nova casa da Paula

Primeira ação do projeto, a casa da Paula foi uma forma de agradecer o apoio da moradora, que sempre acolheu e serviu cafezinho, comida e água para os artistas. A ideia era que o espaço ficasse alegre e divertido como a dona. Deu certo, né?

Artistas: Fernando dos Santos (@artbynando) e Luís Felipe Berejuk (@berejuk).

Sábio dos mares

Sábio dos mares

A obra, realizada em frente à casa do atual presidente da Colônia de Pescadores Z7, mexeu com o coração de toda a vizinhança. A tainha retratada nas mãos do pescador é uma homenagem ao que tem de mais tradicional no bairro: a pesca artesanal.

Artista: Ricardo Herok (@ricardoherok)

Homenagem aos Índios Carijós

Homenagem aos Índios Carijós

Registros históricos encontrados em um sítio arqueológico constataram os índios Carijós (nação Tupi-Guarani) como os primeiros habitantes da região. A justa homenagem veio em forma de arte e retrata um casal de índios da tribo em sua tradicional rede de algodão envoltos pela “flor da vida” e a luz do luar.

Artistas: Eduardo Vaso (@oeduardobaso) e Júlia Rodrigues (@juliarodriguesr)

Sobremesa

Sobremesa

Laranja, mamão e melancia, a típica sobremesa depois de um belo peixe assado é o tema do painel elaborado pela crew Os Cabeças Brilhantes. O grupo retratou os costumes e a cultua gastronômica local de uma forma lúdica, colorida e divertida que conquistou os moradores do bairro da Barra!

Artistas: Gabriel Mouco, Igor Gôri, Guimeujovem e Paulo Agostini

Mulheres da Barra

Mulheres da Barra

Mulheres da Barra é dedicado a todas que vivenciaram lutas e glórias e que carregam no saber e na memória as tradições de uma comunidade que vive com a experiência da natureza e do mar.

Artista: AnaZala (@anazala)

Ser é estar

Ser é estar

O painel foi realizado em uma das áreas onde mais circulam os pescadores em função de trabalho, local carinhosamente conhecido como Portinho. Na arte, temos a ideia de presença, onde a vida se ancora no que é real e completo e ao mesmo tempo se deixa levar pelo o que o destino tem a nos oferecer. Com mais uma homenagem à cultura da pesca.

Artista: Damaris Felzke (@dm.tintas)

Retrato

Retrato

Quem passa pelo mesmo muro antes e depois da intervenção do Daniel leva um choque de arte. A beleza da obra chamou atenção dos moradores e, segundo o autor, representa a conexão entre as pessoas através do olhar. Ficou incrível, né?

Artista: Daniel Martins

Painel do vento

Painel do vento

A cultura indígena estampa mais uma parede pelas mãos do artista Fernando Cardoso dos Santos. Aqui, o autor buscou retratar o conhecimento e a percepção aguçada dos povos originários. O resultado é uma expressão da nossa própria cultura.

Artista: Fernando Cardoso dos Santos (@artbynando)