Os antigos romanos chamavam essa cor de auripigmento, que significa "ouro-pigmento". Mas o mineral ouro-pimenta, também conhecido como sulfeto de arsênio, não é ouro na verdade, apesar dos esforços dos alquimistas medievais em transformá-lo em metal precioso. Ainda assim, o ouro-pimenta servia para várias outras finalidades. Em tempos de guerra, as pontas das lanças eram mergulhadas nesse pigmento, a fim de envenenar os inimigos. Já os chineses o usam para colorir os seus fogos de artifício no passado.

Valorizado por artistas ao longo dos séculos devido ao seu brilho parecido com o ouro, foi somente após o século XIX que o ouro-pimenta foi substituído por alternativas sintéticas menos tóxicas. Usado por artistas até hoje, esse pigmento em tons dourados está disponível em uma grande variedade de nuances, do lima-picante e amarelo-canário a um amarelo-dourado acastanhado. Seja você mesmo um artista e use esse amarelo-dourado em doses abundantes na sua casa, para criar um ambiente alegre e acolhedor.