Considerado patrimônio cultural do estado de Puebla, no México, papéis de seda (ou até plástico) são cortados e elaborados em padrão para fazer muitas bandeiras coloridas. Mas as cores não são à toa: selecionadas de acordo com o motivo da celebração, são usadas em festas, casamentos, batismos e datas comemorativas.

Um exemplo do significado folclórico é que azul, rosa e branco são geralmente escolhidos para as honras da Virgem Maria; amarelo e branco para os santos; vermelhas, brancas e verdes são reservadas para venerar o país; tons de roxo vão bem na Páscoa, entre outros símbolos. Realmente é uma arte muito bonita que traz significados ricos e detalhes em cores para as comemorações. Hora de tentar fazer algum ”papel picado” para a próxima festa! Inspire-se!

Blog Coral
Blog Coral
Blog Coral
Blog Coral